Tal qual sou


Temi muitas vezes
que os meus olhos te revelassem
o que eu queria que tu desconhecesses
e só agora,
(e isto porque está longe
e não me podes ver tão cedo),
eu tenho ânimo de revelar-me aos teus olhos,
tal qual sou.

Anayde Beiriz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Celebrar teus Olhos Risonhos

Ruínas

Poema das Galáxias Infinitas