Postagens

Mostrando postagens de 2011

Aquela imagem

Imagem
Amanhecia aquém de seu quarto. Espiava, através das frestas da janela, os primeiros raios de sol que adentravam nos seus olhos. Ruminava sonhos distorcidos e aquela imagem destoante na cabeça.

O rosto entre o travesseiro e o colchão. O calor envolto do cobertor. Remorso. Levantar-se da cama era um desafio distante.

Volvia a ruminar seus sonhos. Distorcidos como sua mente. Ruminava filmes na cabeça e aquela imagem. Por que não saía dos seus pensamentos?

Os raios de sol indiferentes a tudo isso adentravam quase imponentes. Iluminavam o quarto ainda escuro. Preferia a sombra e aquela insistência solar começava a incomodar. Porém, não sentia motivação para sair da cama. O frio lá de fora era glacial. Polar.

Combatente fiel da vida real recolhia-se em seus infortúnios. Mal recordava do que fizera na noite anterior. Lembrava que bebera muita tequila. Queria esquecer. Mas aquela imagem não sumia. Era tão insistente quanto aqueles raios que lhe mordiscavam os cabelos ainda úmidos.

Tomara ban…

Agressão Verbal

Imagem
Eu vou te despedaçar todas as vezes que eu lembrar das coisas que você me fez.
Vou te despedaçar aos pouquinhos para que sintas devagarinho toda a dor que me causou.
E depois de despedaçado eu vou queimar cada pedaço usando apenas a minha saliva e depois enterrarei as suas cinzas embaixo da minha cama.
Kauana Costa 21/01/2011

Filosofias de Janis

Imagem
Janis Joplin nasceu em Port Arthur, Texas a 19 de janeiro de 1943 e faleceu sozinha em seu quarto do Landmark Hotel, vítima de overdose, à 1:40 da madrugada do dia 04 de dezembro de 1970. Conhecida como a "vespa envenenada", Janis costumava dizer: "Dizem que eu sou uma estrela, e lá dentro eu sei muito bem que eu não sou estrela coisa nenhuma, eu me conheço, vivi sempre comigo." Janis costumava falar muitas coisas... Algumas filosofias como essas que eu amo!


"Largue-se e você será muito maior do que jamais sonhou ser"
***
""Se você não quer nada, se se conforma, você não sente dor, sofrimento. Blues é querer uma coisa que você não tem."
***
"E não é o que está faltando que faz você infeliz, mas o desejo específico por alguma coisa que não pode conseguir. Não é o nada, o não-ter: é o querer. O que você gostaria que fosse é o que o torna infeliz, que traz o vácuo e o vazio. Por isso eu bebo."
***
"Todo o mundo já esteve apaixo…

Minicontos Surrealistas

Imagem
I







A sombra anafilática do universo me cosmopolita como em devaneios soturnos sombrios insistentes.








II






Cada batida do meu coração lembra a estrada vazia do ônibus espacial.










III








Após retirar minha cabeça e guardá-la na gaveta do armário, saí para caçar borboletas nos jardins floridos do irmão petrificado de sol.







Kauana Costa 07/09/2010.

Motivo II

Imagem
Perguntaram-me certa vez por que eu insistia tanto em escrever. Ora, meros mortais que têm medo de se aventurar, contei então uma história que inventei, mas que veio a calhar:
"Uma sábia mulher respondeu ao desaforo de um jovem e intrépido rapaz: - Sabe o que me diferencia de você? É que eu consigo ver além do que eu nunca imaginei ver, por isso me sinto responsável por todas as coisas do mundo. O rapaz a olhou e até cogitou escarnecer, mas foi embora. Pensou estar sendo sensato. Tolo. O que ele não sabia era que ele era apenas jovem e que ela sentia o que ele ainda - um dia - sentiria."
Sabe por que eu escrevo? Porque eu sinto.  E eu diferentemente de você necessito colocar para fora o que teima em nãoficar aqui dentro.


KC

Um trecho de Rimbaud

Imagem
"Criei todas as festas, todos os êxitos, todos os dramas. Procurei inventar flores novas, astros novos, carnes novas, línguas novas. Pensei adquirir poderes sobrenaturais. Bem! devo enterrar minha imaginação e minhas lembranças! Uma bela glória de artista e narrador suprimida!
Eu! eu que tinha me dado por mágico ou anjo, dispensado de toda moral, à superfície da terra, com um dever a buscar, e a realidade rugosa a entender!"
Rimbaud

Além da escuridão de mim mesma...

Imagem
Se eu te digo que estou cansada é porque estou. A estrada é longa e o caminho é árduo.
Guia-me pela mão.
A distância que nos separa é a de um abraço. Um abraço além daquele monte na curva do horizonte.
Mas nossos olhos um dia se encontram e resolvem nossos problemas.


KC

Mais saudade...

Imagem
Pensava que saudade era algo que eu via nos filmes, mas descobri por mim mesma que ela piora quando você não dá notícias...

Obviamente, a saudade é o pior de todos os sentimentos...
E eu, no momento expert nesse assunto, não sei o que dizer. Quando se ama a tortura da distância torna-se maior. Maior em todas as proporções. Aquilo que aconteceu com você hoje de manhã já não vai ter tanta importância, porque a distância estraga essa pequena cumplicidade diária. Se perde muita coisa... Mas também se ganha. Aprende-se a ser paciente. Ou então, aprende-se a ser autossuficiente e dona(o) do seu próprio nariz.

KC

Parece que nem aconteceu...

Imagem
"Desviarei meu olhar, será doravante a minha única negação." Bacon

E aqui estou eu novamente a relembrar daquele dia. Daquela noite entre os livros...
Mas ao mesmo tempo que sei que aconteceu é como se nunca tivéssemos existido juntos naquela noite. Você não consegue me entender e nem eu.
O que eu sei de mim? Bom, sei onde ficam os meus dedos dos pés, o que já é um começo. Sei que às vezes não me suporto, mas é da vida. Quem se suporta todos os dias?
Se estou arrependida? Não. Eu não me arrependo do que faço, nem do que deixo de fazer.
Tenho plena consciência de que o que não fiz, não fiz porque não quis e de que o que fiz, fiz porque quis. E eu quis nós dois naquela noite.
QUIS.
Agora não quero mais... Quis tanto que consegui e perdeu toda a graça. Queria poder dizer que foi diferente, mas não me arrependo. De que me arrependeria? Não me traí. A mim não fiz mal algum... E nem a ninguém...
Parece que aquilo nem aconteceu, foi tão longe que se perdeu na distância dos pensamen…

Mente inquieta

Imagem
Minha mente, muitas vezes inquieta pensa além...
Além do mar, além do céu...
Pensa que pode o impossível...
Pensa que é mais em tudo...
Essa mente inquieta pensa que é o sol e é.

Sabe por quê?
Porque a minha poesia chega aonde ela não pode ir...
Ela ultrapassa os limites da quarta dimensão.

Kauana Costa

Esse moralismo

Imagem
Esse moralismo barato (mas ainda assim esse moralismo) me impede de você. Me impede de abraçar-te, de querer-te.
Esse moralismo moralizante me proíbe de você, mas não proíbe meus pensamentos, desejos e aspirações...
Ai, e agora Narciso? O que faço contigo?

Kauana Costa

Olhares perdidos

Imagem
Olho-te. Tu não me olhas. Percebo. Mas tu não percebes. Não percebes que esse olhar que tu achas sempre o mesmo nunca será o mesmo.

Tu me olhas. Tu percebes. Mas vê apenas o que não é necessário.

Kauana Costa

Latet Anguis in Herba

Imagem
Eu era senhora de mim. Senhora de todas as coisas. Dona altiva e ladina desses sentimentos indomáveis.
Mas tu soubeste me achar. Soubeste arrancar-me do meu cômodo. Arrancaste-me de mim mesma.
Eu era senhora de mim. Senhora de todos os dizeres. Dona eleita e segura da razão entre o bem e o mal.
Meu bem-querer: tu foste o mal em forma de anjo, doce e sereno como menino-nascente. Obrigou-me a querer-te bem como mãe, de infinito, contente... Tu eras a serpente escondida na erva.
Meu mal homeopático: tu fechaste os meus olhos. Calaste a minha boca. Tapaste os meus ouvidos... Tu querias viver da minha vida. Comungar da minha alegria. Mas tu, tu querias muito mais ainda...
Levaste contigo o passarinho cativo e ficou-se a gaiola a bater de quando em quando - vazia.


Kauana Costa

Sonho bom...

Imagem
Sonhei com você.
Sonho ambíguo.
Como há muito
não tinha sonhado.

Sonhei com seu sorriso.
Sonho antigo.
Aquele você faz tempo
sumiu-se, partiu-se...

Sonho bom.
Sonho estranho.
Teu beijo no meu beijo:
saudades do que nunca foi.

Sonho intermitente
insistentemente insistente.
A imagem dos teus olhos
a dizer-me o nunca dito
não sai da minha cabeça.

O interdito das paixões
um dia avassaladoras.
Foi-se na imaginação
em algum instante roubado.

Sonhei com você.
Sonho bom. Sonho estranho.

Kauana Costa
18/11/2011

Motivo I

Imagem
Uma amiga minha disse disse uma vez que eu escrevia coisas tristes e sombrias. Mas eu não escrevo coisas tristes. Eu escrevo o que eu sinto aqui dentro. E o que eu sinto é mais forte do que eu: extravasa.

O meu eu, muitas vezes, anda perdido em algum lugar no que eu escrevo. Às vezes, também me perco, nas ruas, nas curvas... Nos versos... nas palavras... Eu escrevo porque escrevo. Se tenho voz, é pra cantar...

KC

O Rútilo e o Nada

Imagem
"Lembrei que tinha lido em algum lugar que a dor é a única emoção que não usa máscara." Caio Fernando Abreu.


"A mão com esmalte escarlate
é a minha.
O coração que estala e bate
é o meu.
Os olhos que piscam: debate
de um eu que enxerga além.
Mas essa alma, e que saudade!
É ela que te quer bem."

Kauana Costa


*  *  *
Sinto o prenúncio de que algo aqui quer doer mais do que deve doer. As dores comedidas são dores suportáveis, mas as dores impulsivas surgem de repente, quando um acontecimento trágico ou até mesmo esperado (mas relutantemente rejeitado) se apresenta diante dos olhos e do coração.

Que mal te fiz vida? Que mal fiz eu à saudade? Que mal fiz eu a mim e a você?
Enigmaticamente, apresenta-se diante de meus olhos o escarlate da dor maior e triunfante. Meus sonhos prenunciam a chegada inexorável da amazona indomável... Que fiz eu de errado?
O máximo que fiz foi amar-te mais do que se pode amar alguém em vida. Mais do que se pode amar alguém em morte. Amar com…

Algo aqui dentro...

Imagem
Às vezes parece que eu estou te perdendo... Às vezes eu acho que esse caminho aumenta ainda mais... quanto mais eu percorro, menos encontro o fim... Penso que algo aqui dentro está quebrado. Algo aqui dentro precisa de um grande conserto, de um grande reparo. Sinto que você está indo embora por minha causa e isso incomoda. Acho no fundo que não reajo. Talvez não adiante me debater contra o inevitável; ou simplesmente não queira. O futuro é uma linha tênue. Os planos que eu tracei podem desaparecer com apenas uma palavra sua. Sinto-me impotente. Sinto-me agonizando em vida; não nasci combatente. Às vezes acho que eu deveria cuidar mais. Ou às vezes penso que nada que eu faça adiante. Vejo nossos planos tão frágeis, tão distantes... que eu não queria muitas vezes ser a pessoa que me ama. Amar dói. É uma dor infinita por mais feliz e gratificante que possa ser...
Kauana Costa

O Beijo Perdido

Imagem
Sabe aquele beijo, meu bem?
Voou longe nas ideias... Lembro-me dele como se fosse um sonho que nunca se realizou. É estranho, muito embora não me saia da cabeça, em tardes quentes e solitárias, a imagem dos teus lábios nos meus, é como se nunca tivesse acontecido.

Kauana Costa

Flores no caminho...

Imagem
Eu, mera mortal, nunca imaginei que passaria por tantas coisas. Há um tempo atrás não admitia sequer cogitar a ideia de me casar e agora estou me preparando para isso. Mas vem o mais difícil, quando pensava eu estar tudo a minha espera acontece um imprevisto: as flores no meio do caminho acenaram e uma delas roçou seu caule em meu braço, era um narciso muito bonito e sua cor forte e vibrante chamou minha atenção. Narcisos... Para que eles servem mesmo? Para enfeitar a igreja, o meu buquê, mas a lembrança desse narciso e de seu toque inesperado, até quando a me remoer na cabeça? O mais belo narciso do jardim cruzou o meu caminho. Arranquei-o numa atitude cruel e agora não sei mais o que fazer, deixo-o morrer? Ou deixo-o dentro de um livro, esquecido? E agora Narciso? O que faço contigo?

A chegada de Narciso...

Imagem
Queria dizer ao mundo as coisas que me afligem, mas ele não resolverá meus problemas. Não consertará meus defeitos, não acalmará minhas inquietudes. Não me mudará.

Quero mudar? Talvez...

Meus pensamentos vêm me traindo, a quem recorro?

[O que quero eu? O que quero de mim?]

Quero você de volta com tranquilidade, com paciência... Quero nosso amor maduro, sem interrupções, sem obstáculos...

Mas há defeitos, há partes desencaixadas em mim... partes que agem independentemente de minhas decisões... partes irracionais...

Mas ainda é você que eu vejo em mim...


Kauana Costa

Este mar...

Imagem
Há um oceano dentro de mim.
Um oceano de sonhos, de dores enfim... Mas há um oceano e esse oceano atravessa as fronteiras do meu eu.
Esse eu que não conheço.
Um eu que sabe que existe e que quer se fazer presente, mas é preciso atravessar um imenso oceano.
Este mar que me invade...
Sou eu!
Este mar...
É apenas a minha verdadeira eu vagando ao balanço das ondas enquanto a eu que impera toma conta para que ela continue presa: ilhada.
Quando essa eu me libertar, o que será de mim?
Nem eu sei... Mas sei que eu serei mais livre do que todos os pássaros que me levarem junto.

Kauana Costa

Nudez

Imagem
Tiro de mim essas amarras... As roupas também são amarras, elas apertam... Ocultam...
Talvez vocês não me conheçam. Aliás, creio que nem eu mesma me conheço ainda. Mas me despeço de algumas amarras. Isso já é um grande avanço.
Essas amarras ficaram para trás. Novas amizades surgiram, eu que achava que não tinha tantos amigos. Mas tenho amigos suficientes. Amigos que me amam e me apoiam. E também tenho uma pessoa maravilhosa em minha vida. A primeira pessoa, depois dos meus pais, que me amou e me ama como eu sou. Sofri na escola com piadas e maldades de adolescentes, mas qual "gênio" não sofreu com isso? Não me comparo a um gênio, apenas me sinto bem e livre. Livre daquelas amarras que eu e você conhecemos tão bem...

KC

Preciso, Para...

Imagem
"Este mar azul esconde em suas ondas a imensidão que tanto busco e afoga a dor que tanto me maltrata". Kauana Costa

Preciso que um barco atravesse o mar lá longe para sair dessa cadeira para esquecer esse computador e ter olhos de sal boca de peixe e o vento frio batendo nas escamas.
Preciso que uma proa atravesse a carne cá dentro para andar sobre as águas deitar nas ilhas e olhar de longe esse prédio essa sala essa mulher sentada diante do computador que bebe a branca luz eletrônica e pensa no mar. 
Marina Colasanti

Espelho Melancólico

Imagem
O que está aqui dentro é possível que tu adivinhes. É possível que até acertes... Mas erres de melancolia.
De vencida já fui da vida. Outro baque e sou apenas eu diante do espelho.
Kauana Costa

As parábolas

Imagem
Imagine uma árvore carregada de frutos. Pense numa mangueira. Há quatro tipos de frutos: os bem pequeninos que estão no chão e nunca serão uma manga, os verdes, os de vez – quase maduros – e os maduros prontos para serem colhidos...
As pessoas são como essas mangas. Tem algumas que nunca irão produzir nada, essas também não são nem um pouco receptivas e nem solidárias, são secas. Amarguradas.
Há aquelas que não amadureceram e nem irão amadurecer, que não irão aprender a ser gente e nem a ser bicho. São apáticas, frias, inexatas.
Mas também há aquelas que são meio-termo. Nem são maduras nem imaturas. São de vez... Um dia podem amadurecer, ou não, mas nunca serão amargas, podem chegar a ser azedas, mas dificilmente serão más.
E as maduras...
Essas pessoas já nasceram eleitas. São aquelas que você colhe e que te acolhe apenas estendendo a mão. Elas são doces, amáveis, amigas...
Elas não te abandonam, pois elas guardam dentro de si a doçura, o sabor e o saber que amar é simplesmente amar…

O Jardim...

Imagem
- Acompanha-me? 
Perguntava uma vozinha vinda do alto.
Pensava, devo estar ouvindo coisas, estou sozinha nesse jardim...
E a voz mais alto insistia:
- Acompanha-me?
Olhava ao redor intrigada, será que ouvia vozes? Não... Certamente deveriam ser crianças correndo pelos arrabaldes.
- Acompanha-me?
Irritou-se, de onde viria aquela voz - agora sabia que não era de criança, mas de um homem. Estaria sendo assediada? Apavorava-se ao pensar nessas coisas... Estava sozinha no jardim, ela e o balanço.

- Acompanha-me? Teu medo não me assusta... Eu também não te assustarias se para mim você olhasse.

Não sentia medo, não mais...
E tentava atinar de onde viria aquele som tão suave.
Olhou a sua esquerda e nada viu, olhou a sua direita e também nada viu. Poderia olhar para o chão, mas o que veria além de seus pés?
Viria de cima?
- Olha...

A voz lhe convidava.
Olhou e reconheceu na figura que viu a pessoa que procurava a vida toda.

- Acompanha-me?

Seus olhos brilhavam com um brilho diferente. Não rec…

Se eu pudesse sumir...

Imagem
"Mas que céu pode satisfazer teu sonho de céu?"
Manuel Bandeira
Há muitas coisas que nocauteiam uma pessoa, têm os socos que derrubam a pessoa fisicamente, mas há socos que ferem a alma e quando isso acontece... demora... demora muito tempo para voltar tudo ao normal...


KC

Aviso da lua que menstrua

Imagem

Cantares do Sem Nome e de Partidas

Imagem
I

Que este amor não me cegue nem me siga.
E de mim mesma nunca se aperceba.
Que me exclua do estar sendo perseguida
E do tormento
De só por ele me saber estar sendo.
Que o olhar não se perca nas tulipas
Pois formas tão perfeitas de beleza
Vêm do fulgor das trevas.
E o meu Senhor habita o rutilante escuro
De um suposto de heras em alto muro.
Que este amor só me faça descontente
E farta de fadigas. E de fragilidades tantas
Eu me faça pequena. E diminuta e tenra
Como só soem ser aranhas e formigas.
Que este amor só me veja de partida.


Hilda Hilst

Cantares de Perda e Predileção

Imagem
LXVII

Vida da minha alma:

Um dia nossas sombras
Serão lagos, águas
Beirando antiqüíssimos telhados.
De argila e luz
Fosforescentes, magos,
Um tempo no depois
Seremos um só corpo adolescente.
Eu estarei em ti
Transfixiada. Em mim
Teu corpo. Duas almas
Nômades, perenes
Texturadas de mútua sedução.


Hilda Hilst

Saudade...

Imagem
Saudade é algo que não deveria ser prolongado… O incrível é que todo mundo – um dia – passa por isso, mas eu digo por experiência própria que é uma das piores coisas do mundo...

Caminhada

Imagem
...há um longo longo caminho até a terra dos meus sonhos... mas se não percorrê-lo, perderei a chance de saber se vale a pena ou não realizá-los...

Cantares

Imagem
Ronda tua crueldade.
Esconde, avança

Até que me descubras
Fissura rigorosa
Na tua garra
Ajustado tensor
Para tua lança.

Ronda meu abandono
Persegue
Trança meu desamparo
Sono e tua inquidade.
Ritualiza a matança
De quem só te deu vida.

E me deixa viver
Nessa que morre.


Hilda Hilst
[fragmento]

Deixe levar-se...

Imagem
Deixe levar-se como uma pena aos infinitos mundos dos ventos onde tudo é segredo, onde tudo é mistério... Deixe levar-se de si mesmo como uma pele que se solta do corpo e cria possíveis vidas, imagina outras vidas... Deixe levar-se embora como bagagem de mão, para onde tiver que se ir... Deixe levar-se como as ondas que vão e quando voltam não são mais as mesmas...Deixe levar-se apenas por levar-se na imensidão do desconhecido mundo desvendando esse mundo desconhecido que é o seu interior.

A Clarice Lispector

Imagem
Pois logo a mim, tão cheia de garras e sonhos, coubera arrancar de seu coração a flecha farpada. De chofre explicava-se para que eu nascera com mão dura, e para que eu nascera sem nojo da dor. Para que te servem essas unhas longas? Para te arranhar de morte e para arrancar os teus espinhos mortais, responde o lobo do homem. Para que te serve essa cruel boca de fome? Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer, eu sou o lobo inevitável pois a vida me foi dada. Para que te servem essas mãos que ardem e prendem? Para ficarmos de mãos dadas, pois preciso tanto, tanto, tanto - uivaram os lobos e olharam intimidados as próprias garras antes de se aconchegarem um no outro para amar e dormir”.

(Trecho do conto 'Os desastres de Sofia', in "Felicidade Clandestina" – Clarice Lispector)



“Estas unhas que te arrancam
os espinhos mais profundos
– espinhos mortais –
são para te acalmar.

Esta boca cruel que te morde
aumentando …

Uma vez, não mais que uma vez...

Imagem
Uma vez, disse a meu pai que eu queria ser escritora. "Mas que coisa feia de se dizer, menina!", imediatamente ele me censurou: “Ser escritor não dá dinheiro”. Eu entendi a preocupação dele, mas a pequena e mandona escritora que mora em mim falou mais alto...